Depressão e dietas malucas

09 dezembro, 2013

16 comentários
Olá pessoal, tudo bem?

Ontem assistindo ao Fantástico eis que me aparece o Padre Marcelo Rossi falando de dietas malucas e depressão, o assunto me chamou bastante atenção já que eu passei por essas duas situações e tenho certeza que muitos de vocês também...

Não sei bem a ordem correta, já que uma dieta maluca pode levar a uma depressão, assim como uma depressão pode levar a dietas malucas.

Eu tive depressão a alguns anos atrás, antes de engordar, fiz (e ainda faço) tratamento com psiquiatra e tomo medicamentos contra isso, acho a depressão "uma das" piores doenças que um ser humano pode ter, ela te corroí por dentro, tira a sua vontade de viver e te faz não acreditar em mais nada.
Tomando os medicamentos logo fiquei boa e continuei minha vida normalmente.

Eu contei anteriormente a vocês como engordei e isso fez com que a minha depressão voltasse com tudo,  eu me olhava no espelho e me via gorda, feia e sem nenhuma autoestima, já não tinha mais vontade de sair de casa, parei de trabalhar e tudo que eu queria era ficar deitada na minha cama, pensando que Deus poderia me levar pra junto dele.

Era um sofrimento inexplicável, que interferia tanto na minha vida, quanto daqueles que conviviam comigo e me amavam...

Meus pensamentos eram: ou eu emagreço ou eu morro, assim eu conciliava momentos de fazer dietas malucas, como beber um copo de leite desnatado por dia, comer apenas uma folha de alface, uma azeitona... enfim malucas mesmo e momentos de me atirar na cama e rezar pra que Deus tirasse minha vida...

Emagreci assim??? Não!

O que quero dizer com esse post é que a depressão e querer fazer essas dietas malucas são doenças sérias, que matam...

Uma coisa é você não gostar de estar gordinho e querer mudar, fazer uma reeducação alimentar, se exercitar, outra coisa completamente diferente é você deitar em uma cama, chorar e parar de comer...

Se você se enquadra nisso que eu falei, busque tratamento, assim como eu busquei...
Eu ainda tomo antidepressivos, ainda tenho um acompanhamento psiquiatra, e não me sinto totalmente pronta para o mundo sem essa ajuda, mas medicada hoje eu não sinto mais nada, quero cada dia ficar mais bonita, fazer minha reeducação alimentar, caminhar, viver....

Hoje eu me amo, da forma como eu sou...
Não me aceito gorda, o que é diferente, porque acho que estar ou não gorda hoje está nas minhas mãos, se eu posso me alimentar bem e saudável e ficar magra é assim que eu vou viver...


‘Depressão é o último estágio da dor humana. É a fase exata onde a alma dói de verdade’... Padre Marcelo Rossi.



Fiquem com Deus, 
Beijooooo =D

Foco no objetivo!
Força para lutar!
Fé para vencer!
#projetodanifeliz

16 comentários:

  1. Olá querida, gostei bastante do post... é verdade mesmo... não podemos largar mão de tudo...
    Temos sempre que buscar, seguir em frente e se precisar buscar ajuda.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, pela coragem de dividir conosco e pela determinação em se cuidar, e melhorar tudo em sua vida!!! Eu já tive nas duas situações mais não simultâneas tive sindrome do pânico e depressão, porém estava magra, como gorda o maior problema era a auto estima, mas graças a Deus não cheguei a ficar depressiva. Mais uma vez Dani, Parabéns!!! bjos!

    ResponderExcluir
  3. Que bom que buscaste auxílio médico e psiquiátrico, isso é primordial pra saúde, nestes casos. Beijo, boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Oi Dani!
    Bem colocado o texto...eu já tive a sindrome do pânico, graças a Deus eu me curei.
    Essas doenças modernas, começam por uma alta cobrança nossa, da família e sociedade e acabamos não encontrando o equilíbrio exato para lidarmos com tantas pressões.
    Isso me inpulsionou também a escrever no blog Global Bem Estar. www.globalbemestar.blogspot.com
    Acho que a busca por qualidade de vida deve ser a primeira coisa a buscarmos para sairmos dessa.
    Beijão, ótimo texto!

    ResponderExcluir
  5. As pessoas não entendem que depressão não é frescura,nem falta de fé ,depressão é doença e deve ser tratada como tal ,muito bom seu texto Dani ...bjs

    ResponderExcluir
  6. A pessoa quando está nesse caminho ela precisa urgente buscar ajuda pois sozinha ela não vai conseguir, depressão é muito ruim ótimo texto Dani mais uma vez parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  7. Pra mim a depre e a doença viem juntas, é mto dificil superar, ate hj luto cmg mesma..

    ResponderExcluir
  8. as vezes as pessoas acham que o problema é a comida quando na verdade precisam de ajuda medica pra superar outros problemas antes de conseguir um emagrecimento saudável.

    ResponderExcluir
  9. adorei o textinho Dani! já tive amigas que sofreram com isso, é muito complicado lidar porque é uma doença sim... muito triste =/

    Beijinhos,
    Blog Manias de Beauté! - Fan Page - Canal do Youtube

    ResponderExcluir
  10. Eu própria já levei a dieta ao extremo..é preciso ter cuidado e arranjar um equilíbrio certo :)
    o que importa é sermos saudáveis* beijinho

    ResponderExcluir
  11. Conheço varias amigas que fazem dietas malucas!!!! E sei que assim não vai levar a nada!!!!
    Depre e algo ruim mesmo!!!! Nossa fiquei assim quando descobri meu Lupus nao queria mais viver!!!! Mas dei um UP e pensei! Como assim! Jogar uma vida toda fora!!!! Não não!!!!!!
    Ai vivo ate hoje com medo da depre me pegar de novo! Mas controlo como voce!!!!
    engordei por conta do Lupus!!! mas dietas malucas eu nao faço nao! porque sei que assim a gente nao emagrece! pelo contrario fica mais doente ainda!!!
    adorei o post de hoje!!
    beijos amore e boa semana para voce!

    ResponderExcluir
  12. Oi Dani, nunca tive depressão, então não senti nunca essa dor terrível. Mas me emocionei com sua história. Fiquei feliz por vc ter lutado e agora estar bem. Eu estou passando por reeducação alimentar e estou emagrecendo sem sacrifícios. Estou bem satisfeita, minha nutricionista também disse que estou indo bem. Enfim, continue lutando, essa vitória tem que acontecer todos os dias. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  13. Dani, me emocionei muito lendo seu post, pq sei bem o que é isso, deixei de tomar moderadores de apetite e antidepressivos há 6 meses e ainda luto com o transtorno alimentar e a depressão. A consciência precisa ser trabalhada diarimante e mantermos o foco, se amar, se cuidar, é dificil, mas temos que persistir. Parabéns pela sua força, com certeza pra vc é só vitória!!!! Bjo grande.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Dani... Belo post! Tenho transtorno bipolar e, assim como vc, procurei ajuda psiquiátrica e hj levo uma vida normal!
    Bjs!!! =)

    ResponderExcluir
  15. sei muito bem do ke fala lindeza.. e olha ke depressão pode ser o gatilho de coisas piores.. pelo menos no meu caso foi.. desencadeei sindrome do panico.. sou comedora compulsiva.. sou shopahollic e tenho tocs pra todos os gostos..rs.. e não é o fato de estar gorda ou magra que deperta a depressão que pode ficar ali se fingindo de morta por longos anos.. a minha acorda e adormece com uma frequencia impressionante.. e quando ela dá as mãos pros transtornos fiotys dela.. pode entregar pra Deus que não tem remédio ke de jeito.. bjokas lindeza e sucesso sempre

    ResponderExcluir
  16. Ai amiga, Depressão tou fora! Jápassei or um estado de depressão, mas consegui sair sozinha dela, e Graças a Deus, aprendi a descobrir seus sintomas, antes mesmo que ela se instale, daí tomo minhas providências e vou a luta! Ela foi tão ruim para mim, que nem cogito a hipótese de tê-la.
    Primeiro passo é não ficar sozinha e amufinada numa cama, abra as janelas, coloque uma musica e dance mesmo que não tenha nenhuma vontade! Sai e veja a natureza(ótimo purificador) mas não fique sozinha, aos poucos vc consegue vencê-la! Muita força para vc conseguir!
    Vim agradecer sua visitinha e claro que já estou seguindo! Beijos
    http://solzinhartes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pelo visita, pelo carinho e pelo apoio.
Volte sempre!!! =)




Projeto Dani Feliz © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Gabi Layouts